Manual de orientação do eSocial para o Empregador Doméstico

Com a nova Lei que garante novos direitos ao trabalhador doméstico, o número de ações trabalhistas aumentou consideravelmente.

Em Brasilia ocorre uma ação trabalhista a cada 5.000 habitantes.

Com a legislação mais rígida em relação aos direitos dos trabalhadores domésticos, os empregadores devem ficar atentos a fim de evitar problemas legais.

O Dr. Humberto Vallim advogado especialista em Direito Trabalhista, alerta aos empregadores para seguirem fielmente as seguintes orientações.

1. Assinar a carteira de trabalho de imediato: Com a nova legislação, é necessário ter o empregado regularizado. Se a empregada não apresentar a carteira em até 48h para registro, DISPENSE NA HORA.

2. Controlar Horas Extras: Controlar a jornada de trabalho pode evitar problemas no futuro, então o cálculo deve ser feito dentro da lei e por escrito.

3. Guardar os documentos assinados: Com a legalização, toda documentação (recibos, folha de pontos) deve estar em dia e organizada. Essa é a garantia da empregada e do empregador. Preferencialmente arquivar os documentos em um cofre ou fora do local da prestação do serviço.

4. Manter uma boa relação com o funcionário é essencial: A empregada está todo dia na casa do empregador e é fundamental ser tratado com respeito.

5. Terminar bem a relação trabalhista: Uma rescisão feita de maneira correta evita muita dor de cabeça no futuro.

Clique aqui e veja o Manual de orientação do eSocial para o Empregador Doméstico.

Mas, se meu empegado me processou e agora?

 

 

Duvidas? Envie sua Pergunta | Mensagem AQUI!

Agende uma Consulta Técnica Pessoal para Negociação e Quitação de Dívidas | Liminar | Dano Moral | Material | Revisão de Contratos | Financiamentos | Imóveis| Veículos  | Busca e Apreensão | Atrasos de Obrigações | Arbitragem | Direitos do Consumidor | Direito Trabalhista.

Sucesso e pode contar comigo sempre!

Dr. Humberto Vallim

SOBRE NÓS

Agende uma Consulta Técnica Pessoal para contratação do Plano de Assistência Jurídica EMPRESA BLINDADA para você, seus sócios e familiares ficarem SEGUROS e PROTEGIDOS contra todos os imprevistos judiciais.

LOGO VALLIM ADV“Diariamente Solucionando Problemas Difíceis”

  • Av. W-3 Norte Quadra 715 Bloco D Loja 51 Ed. Vallim I
  • Asa Norte  – Brasília – DF – CEP 70.770-514
  • Serviço de Atendimento ao Cliente
  • SAC (61) 3272-1000
  • E-mail vallim@vallimadvogados.com.br







Advocacia de Apoio a Advogados | Correspondente | Brasília – DF

 

Nós nos ocupamos de todas as suas atividades de logística jurídica do  seu escritório.

Nosso trabalho é realizar as suas diligências Judiciais e Extrajudiciais em todo o Distrito Federal :  STF – STJ – TST – TSE – STM – TJDFT – TRT10 – CADE – Autarquias Federais e perante agências reguladoras (ANATEL, ANEEL, ANTAQ, ANTT, ANVISA e ANCINE). Continuar lendo

O DNA dos Excelentes Profissionais da Vallim Advogados | 5 Hábitos para o Sucesso!

Talento. Trabalho em Equipe. Resultados

Um excelente profissional não é um líder, mas um líder que aprendeu; não é um gestor pronto, mas um gestor construído. O DNA de um excelente profissional é esculpido no terreno da educação, ela­borado nos solos dos conflitos, forjado no calor dos desafios, esculpido no terreno das fragilidades.

No passado, ser bom profissional, não importa qual fosse a profis­são, era suficiente para ter segurança, obter regalias, atingir metas. Hoje, as sociedades capitalistas passam por transformações tão rápidas com crises agres­sivas, que não basta ser bom, é necessário atingir a excelência, inclusive para ter saúde psíquica.

No passado uma grande empresa demorava duas ou três gerações para desaparecer, fechar, trocar de mãos ou falir. Hoje bastam alguns anos ou meses para ir a bancarrota. Bons profissionais são atropelados em um mercado altamente competitivo; só os excelentes sobrevivem.

Hoje no Brasil, existem mais de 1.000.000 (um milhão) de advogados inscritos na OAB (www.oab.org.br) e cerca de 4.000.000 (quatro milhões) de estudantes de direito; todos certamente bons profissionais, mas somente os excelentes com SUPERvivência triunfam.

Mas o que é ser um excelente profissional?  Quais as diferenças entre um bom profissional e um excelente?  Um excelente profissional decifra os códigos da inteligência e desenvolve pelo menos cinco marcantes hábitos multifocais.

1º  Habito

Não é o que mais trabalha, é o que mais pensa.

Não é o previsível, mas o que surpreende. Não é o que repete comportamento, mas o que se reinventa. Não é o que engessa a mente, mas o que liberta a imaginação. As empresas e universidades são canteiros de excelentes profissionais?  Não, são exceções.

Bons profissionais fazem tudo que te pedem, enquanto excelentes profissionais surpreendem, fazem mais do que te solicitam.

Um bom profissional executa as tarefas que lhe são solicitadas, enquanto um excelente profissional decifra o Código da Intuição Cria­tiva e faz muito mais do que te pedem.

Um bom profissional é correto, ético, responsável, mas não se doa não se entrega não faz nada além do que está contratado para fazer. Um excelente profissional faz coisas que superam suas obrigações.

Um bom profissional vive em um cárcere da rotina, não tem flexibilidade, só consegue andar se tiver um mapa. Ter medo de falhar, ser criticado, ter novas atitudes. Um excelente profissional tem ginga, é ousado, criativo, inovador, perspicaz.

Um bom profissional respeita o programa, um excelente abre as janelas da sua mente e ultrapassa suas fronteiras. Um bom profissional descobre o obvio, um excelente deixa fluir o raciocínio e descobre o novo.

Um bom profissional prefere a segurança dos terrenos conheci­dos, um excelente prefere a insegurança de terrenos inexplorados.

Um bom profissional pertence ao rol dos comuns, enquanto um excelente profissional pertence ao grupo dos estranhos no ninho, em­bora seja sociável. O que move um excelente profissional a ser diferente não é o desejo de estar acima dos seus colegas, mas seu código altruísta, seu desejo de servir e contribuir.

Se alguém pede para um excelente profissional procurar deter­minadas informações, ele procura conseguir dados alem dos solicitados. Se te pede para remendar uma rachadura na parede, procura também reparar outras rachaduras não detectadas. Se alguém te solicita encon­trar uma alternativa para um determinado problema, estuda o maximo de possibilidades. Se te pedem água, como decifrou o Código do Carisma, também oferece um café.

Um bom profissional executa o previsível, um excelente faz o imprevisível.

Um bom profissional passa despercebido, um excelente, por mais simples que seja seu trabalho, jamais deixará de ser notado. Encanta, envolve, influencia.

Os princípios de um excelente profissional podem e devem ser trabalhados tanto no intelecto de um faxineiro de uma empresa como na mente do executivo que a dirige. Advogados, secretárias, estagiários  dariam um salto profissional se os aplicassem. São universais.


2º.  Hábito

Bons profissionais corrigem erros, enquanto que excelentes profissionais os previnem.

Bons profissionais fazem o que podem para reparar um acidente, profissionais brilhantes fazem o que podem para evitar que eles ocor­ram. Os novos tempos exigem uma liderança especializada em prevenir crises e não em corrigilas.

Bons profissionais apagam o fogo, enquanto os excelentes previ­nem o incêndio. Bons profissionais tratam os sintomas, enquanto pro­fissionais excelentes previnem as doenças. Bons profissionais têm um raciocínio lógico-linear, excelentes têm um raciocínio esquemático e histórico-social.

Corrigir erros gera aplausos públicos, preveni-los nem sempre gera glamour social, mas produz um reconhecimento insubstituível e anônimo, o da própria consciência. Os médicos sanitaristas raramente são valorizados socialmente, mas e se não fossem as vacinas?

Um bom profissional desconhece a arte da duvida, suas verdades são inquestionáveis, é um deus a procura de servos, enquanto um ex­celente profissional sabe que é um ser humano imperfeito vivendo em um ambiente imperfeito. E um líder que procura pensadores. Manipula a arte da duvida com maestria e humildade. Pergunta continuamente:

“O que pode dar errado na frente?”

“Que falhas cometi e não percebi?”

“O que não estou enxergando?”

Tentar vender produtos e serviços quando a empresa está em decadência é a atitude de bons executivos, mas libertar a intuição criativa para inovar, reciclar e se reinventar quando a empresa está no auge é uma atitude dos excelentes profissionais.

3º Hábito

Bons profissionais executam ordens, enquanto profissionais excelentes pensam pela empresa.

Bons profissionais desejam primeiro ser gestores de sua empresa, enquanto excelentes profissionais almejam ser primeiro gestores da sua mente. Sabem que ninguém pode ser um brilhante líder no teatro so­cial, se não for primeiro um grande líder no teatro psíquico.

Bons profissionais obedecem a ordens, enquanto excelentes pro­fissionais pensam pela empresa. Os que obedecem a ordens só enxergam a crise depois de instalada, mas os que pensam pela empresa percebem seus sinais sutis antes que ela surja.

Bons profissionais são gastadores compulsivos, enquanto excelen­tes são poupadores compulsivos, mas nunca deixam de investir em seus sonhos e lazer. Bons profissionais vivem o presente; excelentes, planejam o futuro.

Bons profissionais pensam que pensam, mas no fundo repetem as idéias, enquanto excelentes constroem-nas. Bons profissionais fazem propaganda das suas obras, enquanto excelentes profissionais esperam que os outros a reconheçam.

Bons profissionais são vitimas de stress, vivem agitados, ansiosos, sofrem por antecipação, têm ataque de nervos na empresa, enquanto excelentes profissionais, ainda que tenham stress, redesenham seu es­tilo de vidas, não descarregam em seus colegas sua ansiedade, procuram decifrar o código da proteção da emoção.

4º Hábito

Bons profissionais são individualistas, enquanto excelentes trabalham em equipe, lutam pelo cérebro do time.

Bons profissionais vivem ilhados, enquanto profissionais ex­celentes vivem interagindo. Bons profissionais valorizam a força do individuo, profissionais brilhantes valorizam a força do grupo.

Bons profissionais lutam pelo extremismo, enquanto profissionais excelentes lutam pelo sucesso da equipe.

Profissionais excepcionais sabem que trabalhar em equipe é mais do que estar juntos, é cruzar mentes. Sabem que é mais do que se sentar na frente um do outro e emitir opiniões, mas deixar fluir o pensamento, construir uma mesa de idéias, traçar objetivos, definir focos.

Bons profissionais são ingênuos, desconhecem as armadilhas da sua mente e de seus colegas, enquanto que excelentes profissionais ter consciência de que todos os membros da equipe, inclusive ele, possuem fundamentos alojados no seu inconsciente: o fundamentos do “ego”, das “vaidades”, dos “paradigmas rígidos”, da “hipersensibilidade”, da “necessidade neurótica de prevalecer nossas idéias”.

Sabe que até a timidez é uma formas sutil de disfarçar nosso or­gulho, o orgulho de ser exposto, de ser preservado, de não colocar em xeque nossas opiniões.

Sabe ainda que por mais democrático que sejamos, todos nos temos um pequeno ditador em nosso inconsciente, até quando hasteamos a bandeira da humildade. Por isso, são facilitadores do debate, exaltam a participação dos membros, valorizam as respostas que não são aproveitadas, estimulam a democracia das idéias, promovem o código do altruísmo, colocam combustível no código do altruísmo, aplainam o relevo das vaidades.

5º Hábito

Bons profissionais usam o poder do medo e das pressões, enquanto excelentes usam o poder do elogio.

Bons profissionais são aptos para cobrar, pressionar, punir, mas excelentes profissionais são aptos para encorajar, estimular e apostar no seu time. Sabem que quem pressiona e pune seus pares está apto para lidar com números, mas não com seres humanos. Não ter a necessidade neurótica de estar sempre certo ou de ser o centro das atenções.

Excelentes profissionais conhecem o funcionamento da mente, sabem que o que determina o impacto das suas palavras não é o seu tom de voz, mas a imagem que construiu no inconsciente coletivo das pes­soas. Se a imagem é excelente, pequenas palavras bastam; se a imagem for ruim, gritos não serão suficientes.

Sabem que o poder do elogio é muito mais eficiente do que o poder do medo e das pressões. Têm plena consciência de que tanto para corrigir seus liderados quanto para motivá-los, em primeiro lugar deve-se conquistar o território da emoção e depois o da razão. Vive esse pensamento: quem não saber elogiar não é digno de receber elogios. Sabem que seus funcionários não são seus servos, mas seus parceiros. Encanta-os, dá uma ducha de carisma em todos os setores em que trabalha e atua.

Excelentes profissionais sabem que liderança e carisma não dependem da cultura lógica, acadêmica. Ha. pessoas cultíssimas, mas que são intragáveis, enquanto que há pessoas simples que são internamente atraentes.

Muitos empresários,  advogados, técnicos e juízes estão se formando sem decifrar minimamente os códigos da inteligência. Saem hábeis para conviver com máquinas e animais, mas não com pessoas e nem com seus conflitos.

Só fazem o trivial, só realizam o esperado. Não surpreendem, não arrebatam, não encantam, não motivam. Não entendem que aprender a pensar e surpreender vale mais do que muitos diplomas.

Fonte: Adaptação de texto de A.CURY

PARE & PENSE:

  • SUCESSO é atitude. Faça só o excelente. Se acabar o vento, reme!
  • Bons profissionais executam ordens, enquanto profissionais EXCELENTES pensam pela empresa.
  • EXCELÊNCIA: Somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito.
  • FOCO: Se você não sabe aonde está indo, qualquer lugar servirá.
  • INOVAR: Se existe uma forma de fazer melhor… Descubra-a!
  • LIDERAR é a arte de despertar nos outros a vontade de fazer.
  • MUDAR: A única certeza estável é a certeza de que tudo vai mudar.
  • PENSE GRANDE:  O perigo não está em pensar grande e não conseguir. O perigo está em pensar pequeno e conseguir. Pense Grande!
  • PERSEVERANÇA: Não desista. Faça outra vez, outra vez e outra vez, até conseguir.
  • QUALIDADE: O que merece ser feito, merece ser bem feito.
  • SUCESSO: Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez.
  • A POLIDEZ: A polidez conquista mulheres, homens, amigos, colaboradores e além de tudo, o sucesso!
  • Os membros de uma EQUIPE VENCEDORA lutam contra os seus concorrentes. Os membros de uma equipe perdedora lutam entre si.
  • Não a nada como um SONHO para criar um futuro.
  • O FEITO é melhor que o perfeito.
  • Eu gosto do IMPOSSÍVEL porque lá a concorrência é menor.

 

Duvidas? Envie sua Pergunta | Mensagem AQUI!

Agende uma Consulta Técnica Pessoal para Negociação e Quitação de Dívidas | Liminar | Dano Moral | Material | Revisão de Contratos | Financiamentos | Imóveis| Veículos  | Busca e Apreensão | Atrasos de Obrigações | Arbitragem | Direitos do Consumidor.

Sucesso e pode contar comigo sempre!

Dr. Humberto Vallim

SOBRE NÓS

Agende uma Consulta Técnica Pessoal para contratação do Plano de Assistência Jurídica EMPRESA BLINDADA para você, seus sócios e familiares ficarem SEGUROS e PROTEGIDOS contra todos os imprevistos judiciais.

LOGO VALLIM ADV“Diariamente Solucionando Problemas Difíceis”

  • Av. W-3 Norte Quadra 715 Bloco D Loja 51 Ed. Vallim I
  • Asa Norte  – Brasília – DF – CEP 70.770-514
  • Serviço de Atendimento ao Cliente SAC | (61) 3272-1000
  • E-mail vallim@vallimadvogados.com.br